Tendências | Pesquisa da eMarketer prevê alta na receita de anúncios de podcast nos Estados Unidos

Tudo Rádio - Tendências

Quarta-Feira, 12 de Agosto de 2020 @ 13:03


 


São Paulo - As projeções apontam alta na receita de anúncios de podcasting. Os dados levam em conta o mercado americano


Na última projeção da receita de anúncios da eMarketer para podcasting, a empresa de pesquisa de mercado prevê dois pontos importantes. Segundo as informações, a receita de anúncios de podcasting ultrapassará US $ 1 bilhão em 2021. As projeções apontam ainda que a receita de anúncios podcast irá capturar 20% dos gastos com anúncios de rádio digital em 2020, muito pelo investimento do próprio setor. Os dados levam em conta o mercado americano, este que conta o rádio tradicional (AM/FM) como a maior plataforma de publicidade presente em formatos de áudio.


O resumo da projeção realizada pela empresa de pesquisa de mercado afirma que os gastos com anúncios em podcast nos Estados Unidos chegarão a US $ 782,0 milhões até o final deste ano. O resultado representaria um aumento de 10,4% em relação ao ano passado, o que significa uma participação de 21,0% no mercado de anúncios de rádio digital dos Estados Unidos. Além disso, em 2021, os gastos saltarão quase 45%, para US $ 1,13 bilhão.


"O crescimento nos gastos com publicidade em podcast será mais resistente este ano em relação à publicidade em rádio digital como um todo, que verá quedas de dois dígitos", disse o diretor de previsão da eMarketer da Insider Intelligence Shelleen Shum. "O crescimento contínuo da publicidade de podcast não é surpresa, pois os investimentos tornaram os podcasts acessíveis a um público mais amplo. O gênero de notícias, foco de muitos anunciantes de podcast, teve um bom desempenho durante a pandemia. Embora algumas campanhas publicitárias tenham sido pausadas no primeiro semestre devido à incerteza dos bloqueios do COVID-19, esperamos uma recuperação no terceiro e no quarto trimestre".



Relatório da eMarketer sobre receita de anúncios de podcast nos Estados Unidos / Reprodução: portal RAIN News


O relatório também observa que 4% dos anúncios de podcast serão comprados programaticamente em 2020; até 6% no próximo ano. A eMarketer espera um crescimento de três dígitos no futuro "à medida que os investimentos em medição de audiência e a mudança de anúncios incorporados não rastreáveis para anúncios inseridos dinamicamente abram o caminho para compras programáticas. Em 2022, 8,0% dos anúncios de podcast serão negociados de maneira programática".


Ainda se tratando do consumo de aúdio no mercado americano, Edison Research emitiu recentemente mais um relatório do abrangente estudo Share of Ear, que mapeia o consumo de áudio nos Estados Unidos no período pós-pandêmico do novo coronavírus. Os números foram animadores, pois segundo o estudo, a pandemia do novo coronavírus não atrapalhou a participação dominante do rádio AM/FM no volume de anúncios em áudio, o qual representou 76% de todo o tempo de áudio com anúncios nos Estados Unidos.


O Share of Ear também apontou que o rádio segue hegemônico na participação da publicidade em áudio nos Estados Unidos, com 76% de total (o que representa um volume sete vezes superior à plataforma que aparece na sequência no ranking). E, ao longo dos anos, os podcasts é o formato de áudio digital que mais tem ampliado sua participação na receita publicitária. 


 


Com informações do portal RAIN News

Voltar