Série documental discute jornalismo e fake news em tempos de pandemia da Covid-19

Comunique-se - Pautas & Notas


 



Redação Comunique-secomuniquese


Durante a pandemia da Covid-19, a necessidade de informações ressaltou o papel do jornalismo, no entanto, ampliou também a presença da desinformação, decorrentes das fake news. Pensando nisso, a série documental ‘A tirania da minúscula coroa: Covid-19’ traz à tona o debate sobre o assunto em um de seus episódios, com jornalistas que levam o público a refletir sobre a produção, disseminação e o impacto desse tipo de conteúdo.


O debate contou com a participação de jornalistas, cartunistas, fotógrafos, cinegrafistas e youtubers. No material, o fundador e CEO do Comunique-se, Rodrigo Azevedo, explica que para analisar esse assunto, é preciso considerar dois tipos de pessoas: a que fabrica conscientemente a notícia falsa e o ‘desavisado’, que acredita no conteúdo e o compartilha.


Ele também ressalta que, apesar disso, o público está mais consciente da importância do consumo de notícias verdadeiras, o que tem reflexos diretos para os jornais. “Acho que o novo normal, para os veículos de comunicação, será melhor, com pessoas mais conscientes da importância da notícia apurada, de qualidade, e mantendo um consumo maior de conteúdo produzido por veículos noticiosos”, afirma.


 


A série soma nove episódios e apresenta, em cada um deles, discussões relacionadas ao novo coronavírus em diferentes áreas, como a comunicação, a política, o sistema judiciário e economia.
O mais recente, com o tema 
“A (des)politização da pandemia” foi publicado hoje (13). Todos estão disponíveis no YouTube e a lista completa pode ser acessada no link
.

Voltar