Recuperação judicial da Abril obriga jornalista a novamente pagar do próprio bolso indenização a personagem de matéria

PORTAL IMPRENSA

Redação Portal IMPRENSA | 16/09/2020 16:39


Depois de pagar, em dezembro último, R$ 310 mil a um personagem de uma reportagem publicada em 2001, que entrou na justiça por se sentir prejudicado, o jornalista André Rizek foi obrigado a colocar a mão no bolso novamente para indenizar um outro personagem da mesma matéria.



Segundo reportagem do UOL publicada nesta quarta (16), desta vez o hoje apresentador do SporTV pagou R$ 396 mil, encerrando uma disputa judicial antiga contra ele e o Grupo Abril. 


 



As ações foram motivadas pela reportagem "As histórias dos aspirantes", publicada na revista Placar e assinada por Rizek. O texto apontava um suposto caso de tráfico de cocaína nas categorias de base do futebol brasileiro.



 


As famílias dos personagens, à época jogadores da base do Corinthians, moveram processos contra o jornalista, que na época se opôs à publicação dos nomes e das fotos dos jogadores, que eram menores de idade. 


 


Por ser signatária de uma convenção trabalhista de 2001, a Abril deveria pagar despesas com ações cíveis contra seus jornalistas. Mas a empresa entrou em recuperação judicial e não cumpriu tal determinação.


 


No primeiro pagamento, de dezembro, Rizek arcou com R$ 310 mil dos R$ 620 mil referentes a acordo entre a Abril e um dos personagens da matéria.


 


O pagamento mais recente foi por uma decisão judicial de 2003, quando a Abril e Rizek foram condenados a pagar R$ 50 mil. Com juros e correções, o valor subiu para R$ 396.296, 78. 



Ao UOL, o advogado de Rizek afirmou que aguarda a editora Abril entrar em acordo com o apresentador do SporTV, que apelou a uma vaquinha e chegou a ter um imóvel penhorado.


 



A defesa do jornalista informou ainda que a Abril transferiu recentemente R$ 310 mil para uma conta de Rizek. Mesmo assim, calcula que o grupo ainda deve para ele cerca de R$ 400 mil. 

Voltar