Silvio Santos comemora bodas de diamante com a TV

Comunique-se-Comunicação

Anderson Scardoelli@scardoelli


Dono do SBT, Silvio Santos estreou na televisão em emissora que não existe mais. Antes de comandar o seu próprio canal, o apresentador chegou a figurar na tela da TV Globo durante 10 anos


Sete de fevereiro de 1958. Há exatamente 60 anos, o ex-camelô e então radialista Silvio Santos fazia sua estreia no meio de comunicação que estava em seus primeiros passos no Brasil. Aclamado por muitos como o maior comunicador da televisão brasileira, Senor Abravanel teve sua primeira atração na telinha na TV Paulista, emissora hoje extinta e que era sintonizada no canal 5 na cidade de São Paulo, frequência há décadas ocupadas pela TV Globo.


Na data especial de comemoração das bodas de diamante de Silvio Santos com a TV brasileira, a equipe de comunicação do SBT, emissora fundada e até hoje por ele, aproveitou para relembrar a carreira dele como apresentador no meio. Em comunicado divulgado à imprensa, ressalta-se que a primeira atração de SS na TV Paulista foi o ‘Hit Parade’. Espaço em que as “10 músicas mais vendidas durante a semana” no país eram destaques.


Depois de despontar com o ‘Hit Parade’, Silvio Santos seguiu na TV Paulista e apresentou programas como ‘Quando os Maestros se Encontram’, ‘Bolada Fik-Forte’ e ‘O Grande Espetáculo’, este último em parceria com a atriz Cacilda Lanuza. Ainda na antiga emissora sediada em São Paulo, o comunicador ganhou vez no horário nobre, com a estreia de ‘Vamos Brincar de Forca’, transmitido nas noites de sexta, sendo um case no que atualmente é chamado de branded content. A atração, que fazia referência ao tradicional jogo da forca, contava com participações de clientes do Baú da Felicidade, empresa dirigida por Silvio Santos desde 1958.


Você sabia? Silvio Santos permaneceu na TV Globo por 10 anos


A jornada do consagrado apresentador seguiu na TV Paulista até 1966. A parceria chegou ao fim porque a emissora foi encerrada – sendo substituída pela programação da TV Globo. Até o canal deixar de existir, ele apresentou outras três atrações. Esteve no comando de ‘Ganhando e Apostando’ (1961) e ‘Pra Ganhar é só Rodar’ (1962). Assim, no dia 2 de junho de 1963, foi ao ar a primeira edição do ‘Programa Silvio Santos’.


Silvio Santos manteve a atração que leva o seu nome na TV Globo, ficando na emissora até 1976 (sendo que ele alugava horário nas noites de domingo). De saída do veículo mantido pela Família Marinho, o empresário-comunicador partiu para, no segundo semestre daquele ano, colocar no ar o que seria o seu próprio canal de televisão. Inicialmente, a TVS poderia ser assistida pelos telespectadores do Rio de Janeiro, por meio do 11 VHF.


Por fim, em termos de veículos de mídia, surge o SBT na história de Silvio Santos. O Sistema Brasileiro de Comunicação nasceu em agosto de 1981, por causa da concessão aprovada em prol do apresentador. Último presidente da era da ditadura militar, João Figueiredo era o comandante do Brasil na época. Em forma de gratidão, Silvio Santos criou o quadro ‘Semana do Presidente‘. Esse é um dos fatos descritos em Silvio Santos – A Trajetória do Mito (Editora Matrix). Lançado em 2017, o livro escrito pelo jornalista e professor Fernando Morgado.


 


Aos 87 anos, Silvio Santos segue na ativa, levando a sua atração a milhões de brasileiros. De acordo com o SBT, o programa “permanece irreverente, atemporal e midiático”.

Voltar