Kantar IBOPE: TV reforça protagonismo durante a pandemia

ABERT - Notícias

Sexta, 02 Outubro 2020 09:36


"O brasileiro sempre gostou de TV. Esse foi um hábito reforçado e que agora ganha cada vez mais telas e formatos”. A afirmação é da CEO do Kantar IBOPE Media no Brasil, Melissa Vogel, em entrevista concedida ao portal Tela Viva.


Um dos sinais do papel do meio na vida dos telespectadores é o tempo de audiência. No Brasil, é mais do que o dobro da média mundial. Enquanto no mundo o consumo fica em torno de 2h55, no Brasil chegava a 6h17, no ano passado. Com a pandemia do novo coronavírus, que impôs regras de isolamento social, o tempo de audiência no país cresceu cerca de 1h30 por dia.


O aumento na audiência favoreceu alguns gêneros televisivos, como jornalismo e entretenimento, destaca a CEO. Na busca pela informação em relação ao novo coronavírus, a TV aparece como meio mais confiável para 79% da população. Quinto gênero mais comentado do Twitter até então, o jornalismo passou para o segundo lugar, perdendo apenas para os reality shows. A TV segue dominando os assuntos na rede, com 15 vezes mais impactos do que os conteúdos de streaming e programas sob demanda.


O consumo de mídia já vivia uma revolução tecnológica nos últimos anos e esse processo acabou acelerado pela pandemia. Para Vogel, o telespectador está cada vez mais multiconectado. “A pandemia foi um momento no qual as pessoas passaram a experimentar mais com o digital”, analisou.


Essa interatividade, reflete, chegou também às marcas. Segundo dados do Target Group Index, 29% dos entrevistados pesquisam na internet informações sobre os produtos anunciados durante a programação.


“A TV é a tela central da casa e serve como centro de comando para tantas outras atividades: para se informar, torcer pelo clube ou atleta favorito, ir ao cinema, realizar compras, entrevistar o influenciador favorito, jogar com as amigos e até ir pro show. A TV passou por uma ressignificação e se adaptou a um cenário de convivência com outras plataformas, respeitando o contexto e a necessidade do consumidor”, destacou Vogel.


Em homenagem aos 70 anos do meio no Brasil, o portal Tela Viva lançou um site comemorativo, com reportagens que abordam rumos e estratégias para a TV no Brasil.


 


 


Para acessar o site, clique AQUI


Voltar