Kantar IBOPE: TV cresce durante pandemia

ABERT - Notícias

Sexta, 05 Março 2021 09:36


“Nunca consumimos tanto vídeo quanto no ano que passou”. A afirmação é da CEO da Kantar IBOPE Brasil, Melissa Vogel, durante evento virtual, na quinta-feira (4). Batizado de Inside Video: A (Re)descoberta, o encontro apresentou os resultados mais recentes de audiência e os novos produtos voltados para a mensuração de consumo de conteúdo cross mídia em vídeo. A diretora de Desenvolvimento de Negócio, Adriana Fávaro e o diretor de Desenvolvimento de Negócio para Media Owners, Arthur Bernardo, também participaram da transmissão.


De acordo com o Inside Video, em 2020, o brasileiro passou cerca de 7h09 em frente à TV, 39 minutos a mais do que o registrado em 2019. Ao longo do ano, foram mais de 209 milhões de espectadores. Dos 50 dias com maiores audiências de vídeo nos últimos cinco anos, 38 ocorreram em 2020. Também aumentou o tempo dedicado pelo brasileiro aos vídeos. Em Florianópolis (SC), por exemplo, a audiência registrou mais 51 minutos diários diante da tela, na comparação com 2019.


Segundo o levantamento, as experiências em vídeo linear e não linear se complementam. 72% dos pesquisados afirmaram assistir TV e vídeos online no intervalo de um mês.
Jornalismo, reality shows, filmes e novelas ganharam a preferência do público. Programas esportivos e de auditório, por outro lado, perderam espaço. De abril de 2019 a abril de 2020, o jornalismo televisivo elevou sua audiência de 20% para 30% do share de audiência.


Entre os telespectadores, 82% afirmaram acompanhar o noticiário na TV. Destes, 52% afirmaram que o formato é fácil de entender, 45% buscam temas para conversar a respeito, 43% defendem o telejornalismo como forma rápida e confiável de se informar e outros 41% disseram que o hábito ajuda a desafiar os próprios pontos de vista. No time de pesquisados, 77% afirmaram que acompanhar as notícias pela tela tem sido importante em tempos de pandemia.


O meio também se tornou parte do momento difícil decorrente da pandemia de COVID-19. 45% das marcas que anunciaram na TV aberta usaram a publicidade para anunciar que atitudes estavam tomando diante da emergência sanitária. 54% dos telespectadores se lembram de terem visto ações de marcas sendo anunciadas na TV após o início da pandemia.


A TV também demonstrou sua penetração social no quesito repercussão da programação em meios digitais. Em 2020, o conteúdo de vídeos gerou cerca de 363 milhões de menções no Twitter. Destas, 90% citavam programas da TV aberta, o que equivale a mais de 335 milhões de mensagens no microblog.


Durante a transmissão, a Kantar IBOPE anunciou novos recursos, como o Focal Meter, painel de audiência que poderá detectar o consumo de vídeos online, e deve entrar em operação a partir do segundo trimestre deste ano.


Para acessar a íntegra do estudo, clique AQUI


 


 



 


 


 

Voltar