Morre em Araçatuba Nivaldo Franco Bueno. Empresário era fundador do Sistema Regional de Comunicação

TUDO RÁDIO

Segunda-Feira, 03 de janeiro de 2022 @ 12:37


Araçatuba - A causa da morte não foi confirmada oficialmente. O empresário de 76 anos deixou a esposa e mais três filhos. Seu grupo comanda rádios como Clube FM e Jovem Pan FM


Na manhã do último sábado (1) Araçatuba perdeu o empresário da área de comunicação Nivaldo Franco Bueno, fundador do SRC (Sistema Regional de Comunicação). A causa da morte não foi confirmada oficialmente. Sabe-se que Nivaldo estava tratando de uma insuficiência renal crônica. O empresário de 76 anos deixou a esposa e mais três filhos. Seu grupo é responsável por emissoras como a Clube FM 96.3 de Araçatuba, afiliadas da Jovem Pan FM e Jovem Pan News (Araçatuba, Andradina e Três Lagoas), entre outras.


Nascido em Bauru em 17 de setembro de 1946, Nivaldo Franco Bueno fundou o SRC, grupo de comunicação do interior de São Paulo e Mato Grosso do Sul, que completou 50 anos de fundação no ano passado e que é composto por dez emissoras de rádio, um jornal diário (O liberal) um site (LR1), uma revista e um canal de TV (SECTV).


O empresário estava tratando de uma insuficiência renal crônica. Aos 76 anos, ele deixa a esposa, a professora Adeliz Regina Fernandes Rocha. Ele deixa também os três filhos, sendo Marcelo, Márcio e Alexandra.


Entre as rádios do grupo estão: Clube FM 96.3 de Araçatuba (SP), Clube, Jovem Pan FM 104.3 de Araçatuba (SP), Cidade FM 102.9 de Três Lagoas (MS), Jovem Pan FM 104.5 de Três Lagoas (MS), Cidade FM 97.9 de Andradina (SP), Jovem Pan News FM 101.3 de Andradina (SP), Clube FM 103.1 de Lins (SP), Rádio Amiga FM 96.7 de Lins (SP) e Rádio Andradina. 


 


Segundo reportagem do portal LR1, o velório foi das 9h30 às 13h30 desde domingo (2). Depois, o corpo do empresário seguiu para cremação. "Devido às restrições impostas pela pandemia da covid-19, foram apenas quatro horas de velório, mas o tempo suficiente para dezenas de manifestações", destaca a reportagem do LR1, que também cita a disposição de Nivaldo pelo trabalho e pelo auxílio à sociedade. "Muitos lembraram o seu compromisso com as causas sociais e as muitas campanhas que desenvolveu para ajudar famílias que necessitavam e entidades assistenciais. Da mesma forma, todos destacaram a disposição para o trabalho, com jornada superior a 15 horas por dia. Um apaixonado pelo que fazia".



 


Com informações do portal LR1 e do site da 94 FM de Bauru


 



Redação tudoradio.com

Voltar