Vicente Aquino: "Discórdias na Anatel são páginas viradas"

CONVERGÊNCIA DIGITAL


Ana Paula Lobo ... 26/05/2022 ... Convergência Digital


Ao participar da abertura da Abrint 2022, nesta quinta-feira, 26/05, o conselheiro da Anatel, Vicente Aquino, aproveitou para mandar um recado: "O tempo das divergências e das discórdias na Anatel, que num passado recente era possível verificar, é página virada", disse, afirmando falar em nome do presidente da Anatel, Carlos Baigorri. A referência de Aquino é clara ao ex-presidente da Anatel, Leonardo Euler de Morais, que deixou a Agência.


A fala de Aquino tem a missão de informar que as questões regulatórias estão pacificadas e resolvidas na Anatel, com cada conselheiro com a sua missão definida. Como cabe a Aquino tratar dos pequenos prestadores de Internet, o conselheiro afirmou que as pequenas prestadoras de serviços de telecomunicações são o instrumento de universalização da banda larga fixa no país ao levar o acesso à Internet para áreas remotas e sem interesse comercial das grandes operadoras. E terão um papel central no 5G, como garantidores do acesso fibra óptica. "Não tem 5G sem fibra óptica e são as PPPs que inundaram o interior com fibra óptica. São as PPPs que vão acelerar a massificação do 5G", disse.


 


Aquino também quer a ajuda das PPPs para levar a conexão Internet para as escolas como presidente do Grupo de Acompanhamento do Custeio a Projetos de Conectividade de Escolas (Gape), Vicente Aquino. Levantamento do grupo de trabalho já apurou que o Brasil possui 138.804 escolas públicas, das quais pouco mais de 30 mil não contam com acesso algum à Internet, a maior parte delas nas regiões Norte e Nordeste. "O abismo digital precisa acabar no Brasil. E conto com as PPPs para desbravar o país", referendou Aquino.

Voltar