Governo pretende destinar R$ 700 milhões do Fust para primeiros projetos aprovados

TELETIME

Por Marcos Urupá


 


07/06/22, 13:39   Atualizado em 07/06/22, 18:25



 


Foto: Pixabay


 


Na primeira reunião ordinária do Comitê Gestor do Fust, que aconteceu nesta segunda-feira, 6, o Ministério das Comunicações (MCom) informou que está previsto para este ano o montante de R$ 700 milhões do fundo para financiar os primeiros projetos aprovados.


Deste valor, R$ 650 milhões serão destinados para projetos de conectividade reembolsáveis, apurou TELETIMEO restante, ou R$ 50 milhões, está previsto para ser usado em projetos não reembolsáveis.


Na reunião da segunda-feira, o BNDES também esteve presente. Na ocasião, o banco apresentou produtos que podem ser usados como formas de gestão dos recursos, apontado para que a própria instituição possa fazer a gestão financeira do dinheiro do fundo.


 


Na primeira reunião ordinária do colegiado, foi aprovada a criação de grupo de trabalho (GT) dedicado a propor soluções para a conectividade de escolas públicas brasileiras, de regimento interno e do calendário para as próximas reuniões ordinárias em 2022. Elas ficaram agendadas para 8 de agosto e 10 de outubro. O colegiado foi criado pela atualização da lei do fundo, a lei 9.998/ 2000 e regulamentado pelo Decreto 11.004/2022.

Voltar