MCom e Anatel destacam investimentos e expectativas de conectividade em evento sobre telecom

Mcom - Notícias

PAINEL TELEBRASIL



Painel sobre sustentabilidade, responsabilidade, governança e inovação proporcionou debate sobre a cobertura de internet no país, como forma de inclusão digital e social


Publicado em 28/06/2022 20h39


 


 


Que os próximos anos serão de expansão da conectividade no Brasil, não resta dúvida. E foi essa projeção que marcou a terceira rodada de debates do Painel Telebrasil 2022, nesta terça-feira (28), em Brasília. Com o tema “Sustentabilidade, responsabilidade, governança e inovação”, o painel contou com a participação do diretor do Departamento de Investimentos e Inovação da Secretaria de Telecomunicações do Ministério das Comunicações (MCom), Pedro Lucas Araújo, do conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Vicente Aquino, entre outros convidados.

Durante o painel, foram apresentados alguns dados sobre a conectividade e a velocidade da conexão nas escolas, além da quantidade de brasileiros com acesso à internet. Pedro Lucas dialogou sobre o novo cenário para o setor de telecom com a 
implantação do Conselho Gestor do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust), que depois de 20 anos de criação, passa a ser gerido de uma nova forma, gerando maior impacto e retorno social.

“O Conselho é composto por vários atores, com representantes de outros ministérios, das prestadoras de telecom e da sociedade civil, trazendo uma amplitude de perspectiva, gerando o direcionamento dos investimentos a diversos projetos”, pontuou o diretor do MCom. Pedro Lucas acrescentou, ainda, outros programas que vão contribuir com a expansão do acesso à internet, principalmente nas escolas, como o Internet Brasil: “estamos com grandes expectativas, acreditamos que vai gerar um grande retorno”, afirmou.

O conselheiro da Anatel Vicente Aquino, que participou de discussões sobre o edital do Leilão do 5G, reforçou que a modelagem do certame vai ajudar a universalizar o acesso à internet em todo o país e destacou o papel do Governo Federal na condução do processo. “Além da celeridade para que o leilão acontecesse, viabilizada pelo Ministério das Comunicações, conseguimos o aval do Ministério da Economia para que ele não fosse arrecadatório, convertendo os valores em contrapartidas e investimentos”. Por fim, Vicente Aquino antecipou que tem conversado com outros conselheiros da Anatel para tentar antecipar os investimentos contidos no edital do 5G, que prevê o cumprimento de compromissos até 2029.

Pela manhã, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, participou da solenidade de abertura do evento. Nessa quarta-feira (29), o diretor do Departamento de Políticas Setoriais do Mcom, Wilson Wellisch, participa do Workshop sobre Políticas e Recursos para Ampliação do Acesso.

Confira aqui as fotos do evento.

Voltar