SBT, de Silvio Santos, lucra menos em 2016

Valor-Empresas

Por Tatiane Bortolozi | De São Paulo


O SBT, rede de televisão do empresário Silvio Santos, encerrou 2016 com lucro líquido de R$ 6,6 milhões, menos de um décimo dos ganhos registrados um ano antes. Em 2015, os lucros somaram R$ 76,1 milhões.


A queda decorreu, em boa parte, da combinação de baixa da receita e do aumento de custos. As elevadas despesas levaram ao vermelho o resultado obtido antes de resultados financeiros e impostos.


A receita líquida totalizou R$ 1,01 bilhão em 2016, recuo de 5% em relação a um ano antes. O custo de operações e produções subiu 6,7%, para R$ 764,1 milhões. O lucro bruto diminuiu 29%, alcançando R$ 247,9 milhões.


Descontadas as despesas de R$ 262,9 milhões em 2016 - 1,8% menores que em 2015 -, o lucro operacional ficou negativo em R$ 15 milhões, ante resultado positivo de R$ 82,7 milhões há um ano.


O resultado financeiro foi positivo em R$ 13,7 milhões, um avanço de 66% frente a um ano antes.


O SBT tem 114 emissoras e 6 mil funcionários. A rede integra o conglomerado de Senor Abravanel, nome de Silvio Santos, também dono da empresa de cosméticos Jequiti, do hotel Jequitimar e da Tele Sena (Liderança Capitalização).


Silvio Santos disse durante o "Troféu Imprensa", neste mês, que suas duas filhas, Daniela Beyruti, diretora artística do canal, e Renata Abravanel, vice-presidente do Grupo Silvio Santos, devem assumir o comando do SBT.


Procurada, a empresa não comentou os resultados.


 


(Tatiane Bortolozi | De São Paulo)

Voltar