Facebook derruba 837 milhões de spams

Meio & Mensagem-Últimas Notícias

Estudo da plataforma ainda traz dados de contas falsas, violência gráfica, nudez, propaganda terrorista e discurso de ódio


15 de maio de 2018 - 15h02


O Facebook informou que derrubou 837 milhões de spams no primeiro trimestre de 2018. Segundo comunicado à imprensa, desativar as contas falsas é a melhor maneira de combater lixo eletrônico. No mesmo período, 583 milhões de logins inverídicos deixaram de existir. Os dados integram o Relatório de Transparência dos Padrões da Comunidade, divulgado nesta terça-feira, 15, pela plataforma.


Prevenção de abusos


Além disso, nos primeiros três meses deste ano, 21 milhões de conteúdos de nudez ou pornografia adulta foram removidos do Facebook. Do montante, 96% foram identificados previamente pela rede social. De acordo com o relatório, a cada dez mil itens visualizados na plataforma, de sete a nove violavam os padrões definidos para a área.


O Facebook assume que, para assuntos como violência gráfica e discurso de ódio, é necessária a verificação de conteúdo pelas equipes de revisão da rede social. Foram cortados ou expostos com avisos cerca de três milhões e meio de postagens de teor violento; e 2,5 milhões de conteúdos com discurso de ódio deixaram de existir.


Na conferência anual da plataforma, a F8, Alex Schultz, vice-presidente de análise de dados do Facebook, afirmou que ainda há muito trabalho pela frente na prevenção de abusos. Para ele, a Inteligência Artificial ainda não é boa o suficiente para discernir discursos de ódio de informações pessoais, publicadas com o intuito de conscientização. “Além disso, em muitas áreas – seja spam, pornografia ou contas falsas – enfrentamos adversários sofisticados que mudam continuamente de tática para contornar nossos controles, o que significa que devemos desenvolver e adaptar nossos esforços continuamente também”, disse.


Crédito da foto do topo: Pixabay/Pexels


 


 

Voltar