Suspeito de assaltar emissora de rádio durante programa ao vivo é preso no AP

G1-Amapá

Participantes foram surpreendidos pelo assaltante que estava ao lado de outro indivíduo, não capturado. Crime foi em 24 de maio e prisão aconteceu nesta terça-feira (12), em Macapá.


Por John Pacheco, G1 AP, Macapá


12/06/2018 14h02  Atualizado há 14 horas



Suspeito de assalto será encaminhado ao Iapen (Foto: John Pacheco/G1)


Kevin da Silva Pinheiro, de 18 anos, foi preso no fim da manhã desta terça-feira (12) na Zona Norte de Macapá suspeito de assalto e porte ilegal de arma. Ele e outro jovem teriam invadido, em 24 de maio, uma rádio e roubado apresentadores e o operador de áudio que faziam um programa religioso ao vivo. O crime ocorreu no bairro Pantanal.


O suspeito foi preso pela Polícia Civil na casa dele no bairro São Lázaro. O outro envolvido do assalto ainda não foi localizado. A investigação é comandada pela Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio (DECCP) em parceria com a Delegacia de Homicídios (Decipe).


Kevin completou 18 anos em outubro de 2017 e também é apontado como autor de outros assaltos e furtos em bairros da Zona Norte.


Na delegacia, ele foi reconhecido pelas vítimas e preferiu não gravar entrevista. Foram levados celulares, 700 reais, objetos pessoais e o carro de uma das apresentadoras que foi encontrado no mesmo dia.



Delegado Wellington Ferraz, da Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio (Foto: John Pacheco/G1)


"Ele ingressou na rádio por volta de 15h15. Eles entraram no local de forma pretensiosa durante o programa ao vivo e sinalizaram que se tratava de um roubo. Fugiram no veículo e o abandonaram depois no bairro Novo Horizonte. Não há dúvidas do envolvimento do Kevin no crime", aponta o delegado Wellington Ferraz, da DECCP.


A investigação levantou ainda que Kevin teria cometido outro assalto quatro dias depois a uma residência, num bairro próximo, onde roubou objetos eletrônicos e dinheiro.


Por causa do crime na rádio, o jovem estava com mandado de prisão preventiva em aberto e após ser detido foi encaminhado ao Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen).


"Estamos trabalhando na identificação do outro autor do crime. O Kevin dá entrada pela primeira vez na delegacia hoje, mas já responde por outros crimes análogos à roubo na Delegacia de Atos Infracionais (Deiai)", concluiu Ferraz.


 


 

Voltar