Plataforma GENTE, da Globosat, mapeia perfis de consumidores de vídeo na atualidade

Tela Viva-Notícias

09/08/2018, 21:29


POR REDAÇÃO


A plataforma GENTE, da Globosat, produziu e divulgou um mapeamento dos perfis de consumidores de vídeo atualmente, a fim de entender como as pessoas no país estão se comportando diante das diversas opções de programação e telas disponíveis. O objetivo é descobrir quais são os diferentes tipos de perfis e como cada um deles se comporta, para assim saber como atingir cada parcela do público da maneira mais eficiente.


O estudo "Por trás do consumo de vídeos" concluiu que existem seis diferentes perfis: "streamer", "torcedor", "multiconectado", "tradicional", "seguidor" e "desligado", levando em conta que 87% da população brasileira consome conteúdos em vídeo diariamente, independentemente da plataforma utilizada para isso.


O maior grupo é o dos "torcedores" (22%), que são as pessoas que têm como característica mais marcante a ligação com o esporte e valorizam bastante a TV por assinatura e as multitelas oferecidas pelos canais. Outra parcela considerável é formada pelo "multiconectado" (18%), aquele que tem uma variedade de produtos eletrônicos e que, por isso, nunca está "fora" da internet, assina vários serviços ao mesmo tempo e ama maratonar séries.


Dentre os outros quatro grupos, o maior é o "desligado" (16%): é o que tem menos interesse em vídeo e tecnologia e raramente liga a TV, já que não possui TV por assinatura e nem tem um canal de preferência. Os "streamers" e os "seguidores" compõem a mesma porcentagem, 15% do total de consumidores de vídeo. O "streamer" é o jovem altamente conectado, que já nasceu em uma realidade digital e, por isso, se sente bem mais à vontade na internet do que fora dela. Já o "seguidor" vive um pouco mais afastado da tecnologia, mas sabe das novidades por causa de amigos e familiares. Por fim, o grupo "tradicional" (14%) é formado pelas pessoas que consomem TV de forma clássica, seguindo a programação sem muita exigência e desconhecendo as novas formas de consumo de vídeo.


Os detalhes da pesquisa estão na plataforma GENTE, que é aberta a todos, sem necessidade de login ou cadastro.


 


 

Voltar