ACAERT promove série de eventos e Presidente Jair Bolsonaro recebe, em Brasília, Comitiva da Mídia Regional de Santa Catarina

Tudo Rádio - Notícias

Sexta-Feira, 23 de Agosto de 2019 @ 09:04


 


Brasília - Encontro foi articulado pela ACAERT e esta foi a primeira vez que um presidente da república recebe representantes da Mídia Regional catarinense


O presidente da República, Jair Bolsonaro, recebeu na manhã de ontem durante café da manhã no Palácio do Planalto, em Brasília, a comitiva da Mídia Regional de Santa Catarina, composta por lideranças das entidades que representam os veículos de comunicação. O encontro faz parte de uma série de eventos promovidos pela ACAERT (Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão), denominado Momento Brasil.


Participaram do encontro 50 lideranças das entidades que representam os veículos de comunicação de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul. O objetivo foi, segundo Marcello Corrêa Petrelli, presidente da ACAERT, mostrar ao presidente o potencial da Mídia Regional nos três estados.


Foram convidados para o Momento Brasil desta quinta-feira representantes da Associação das Emissoras de Radiodifusão do Paraná - AERP e da AGERT (Associação Gaúcha de Emissoras de Rádio e Televisão. As entidades formam, em parceria com a ACAERT, o G-SUL e, juntas representam 875 emissoras de rádio e 46 emissoras de televisão.


O presidente da ACAERT foi porta-voz da comitiva. Em seu discurso, Marcello Petrelli lembrou que a Mídia Regional é defensora de suas cidades, lideranças e "todos aqueles que são agentes de progresso e desenvolvimento". Para ele, os programas locais de rádio e televisão, além dos jornais impressos, têm as maiores audiências nos municípios. 


"Nosso público aprendeu a desconfiar da mídia mal-intencionada, porque temos um propósito: pensar e agir diferente. Em primeiro lugar está nossa comunidade, a nossa região, o nosso estado", explicou Petrelli. "Somos a ponte para construir um verdadeiro diálogo com a sociedade, pautado pela informação e no compromisso com os fatos e a verdade", completou.


 


Com informações da ACAERT

Voltar