Políticos se mobilizam contra possibilidade de a CBF cobrar Rádios pelas transmissões esportivas

Tudo Rádio-Notícias do Rádio

Brasília – Discussão sobre a cobrança ganhou força após entrevista do presidente do Corinthians, Andres Sanchez, que apoia a ideia


Políticos estão se mobilizando contra um projeto da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que pretende passar a cobrar as emissoras de rádio pelas transmissões das partidas de futebol. A ideia passou a ganhar força após uma entrevista do presidente do Corinthians, Andres Sanchez, que apoia a ideia da cobrança dos direitos de transmissão e do repasse aos clubes.


Entre os políticos que se mostraram contrários à ideia, está o senador paranaense Alvaro Dias. Em entrevista exclusiva ao jornalista Wanderley Nogueira, da Jovem Pan News AM 620 de São Paulo, o senador demonstrou preocupação, mas prometeu lutar com todas as forças contra a ideia da CBF. 


Segundo o senador, se o projeto for aprovado, significará o fim do rádio esportivo como conhecemos hoje no Brasil. Para Alvaro Dias, tal decisão seria ‘um exagero’ e provocaria drásticas consequências ao veículo que mais ajuda a divulgar o futebol no Brasil. 


“Pelos serviços prestados pelo Rádio ao futebol brasileiro, eu imagino que a transmissão da forma como ocorre hoje, sem cobrança, é uma retribuição. O rádio é o maior divulgador. Ele estimula, motiva, faz com que a torcida vá aos estádios. Certamente o rádio é responsável por boa parcela dos torcedores que frequentam os estádios. Então, é fundamental que o rádio tenha essa proteção”, comentou o senador.


Outro senador que também é contra a proposta da CBF é o goiano Jorge Kajuru. Ele disse que irá pedir apoio ao presidente da República, Jair Bolsonaro, contra o projeto da CBF.


 


Carlos Massaro

Voltar