Transamérica lança campanha institucional sobre a proteção de animais abandonados

Tudo Rádio - Notícias

Quinta-Feira, 09 de Janeiro de 2020 @ 13:01


 


São Paulo - Intitulada "Transamérica Companheiro Animal", a ação terá spots veiculados em todas as emissoras a rede no país, principalmente durante a temporada de férias de Verão


 


A Rede Transamérica, liderada pela Transamérica FM 100.1 de São Paulo, lançou uma campanha institucional voltada à proteção de animais abandonados. Intitulada "Transamérica Companheiro Animal", a ação de responsabilidade social tem entre seus objetivos conscientizar a população sobre o problema de abandono de animais no País.


A ação será transmitida em todas as emissoras da rede de rádio no país, principalmente durante a temporada de férias de verão. De forma instrutiva, sensível e motivadora, a campanha aborda importantes temas, como a conscientização sobre o problema do abandono de animais, possibilidades de adoção, castração de cães e gatos, ou até mesmo como essa questão vulnerável tem sido tratada na Europa.


Idealizada por Luiz Augusto Alper, gerente artístico da Rede Transamérica de Comunicação, a campanha é muito importante para que se revertam as estatísticas relativas ao abandono de animais no Brasil. "Como veículo de comunicação, também temos responsabilidades sociais e o drama dos animais de rua enfrentado pelo Brasil, hoje no ranking dos países com maior população de animais abandonados, é a grande motivação dessa campanha", afirma o executivo. 


"Não existe animal de rua, pois se existe esse termo é porque ele foi descartado por seus tutores, o que é uma questão diretamente relacionada às responsabilidades do ser humano", completa Alper.


A iniciativa conta com spots que serão veiculados ao longo de toda a programação da Transamérica. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), há mais de 30 milhões de animais em situação de abandono Brasil. Sabe-se, no entanto, que apesar de ser em menor número, também há outros tipos de animais deixados de lado por seus tutores, como aves, répteis e até cavalos.


 


Carlos Massaro

Voltar