Grupo de Trabalho de Rádio inicia suas atividades

SET - Grupo de Rádio

13/02/2020 - byIsaac Toledo


 



No dia 3 de fevereiro, aconteceu a primeira reunião do Grupo de Trabalho (GT) de Rádio da SET.


Esta é a primeira vez que a SET organiza  um grupo voltado ao rádio, veículo tão relevante e querido por grande parte da população.


A seguir, confira a entrevista com um dos coordenadores do GT de Rádio, Marco Túlio Nascimento (foto), membro do Conselho Deliberativo da SET.


 


SET: Qual o principal objetivo do grupo de rádio? Pode situar o veículo rádio diante das mudanças tecnológicas cada vez mais rápidas e disruptivas?


 


Marco Túlio Nascimento: O rádio tradicional OTA (over-the-air) AM/FM é apenas uma das formas de produção e distribuição de conteúdo de áudio. Novos serviços online, com diferentes tecnologias e modelos de negócios, surgem a cada dia. Serviços de música, programação das rádios tradicionais replicada onlinepodcastsaudiobooks e outros formatos digitais estão redefinindo como o ouvinte consome o conteúdo de áudio e reinventando formas de interatividade. Para a SET, este conjunto de possibilidades representa, indistintamente e de forma mais abrangente, o que chamamos de Rádio.


Entendo que o rádio tradicional de hoje tem um bom ponto de partida: bom conteúdo, knowhow e marca. O desafio está em saber usar o potencial das tecnologias e oportunidades do online para que ele também seja um veículo relevante e igualmente inovador neste novo ambiente competitivo.


O Grupo de Trabalho de Rádio tem como objetivo consolidar a SET como uma entidade de referência para as tecnologias do Rádio OTA e de todas as formas de produção e distribuição de conteúdo de Áudio Online, aproximando e articulando os profissionais da área para estudar e difundir os conhecimentos técnicos correspondentes, resultando em benefícios para todos os associados e contribuindo para fomentar este segmento da indústria de mídia.


O GT de Rádio se divide em dois polos: um voltado para os aspectos Regulatórios e outro com foco nos aspectos de Tecnologia, cada um com o seu próprio coordenador. Os membros podem participar de todas as atividades e de todos os subgrupos que sejam eventualmente formados para algum assunto em particular.


 


SET: Quem são os responsáveis do grupo?


 


MTN: O polo Regulatório do Grupo de Trabalho de Rádio é Coordenado por Eduardo Cappia, membro do Conselho Deliberativo da SET.


Eu [Marco Túlio Nascimento] sou o coordenador do polo de Tecnologia.


 


SET: Em caso de dúvidas e para mais informações, existe um e-mail ou telefone do GT para contato?


 


MTN: Todas as informações sobre o Grupo de Trabalho de Rádio poderão ser encaminhadas para o e-mail coordenação.radio@set.org.br.


 


SET: Quem pode participar do grupo?


 


MTN: Associados da SET e convidados especiais.


 


SET: Quando o grupo se reúne?


 


MTN: O grupo irá se reunir, por videoconferência, toda última segunda-feira do mês, das 17 às 18 horas.


 


SET: Qual foi a pauta da primeira reunião (3 de fevereiro)?


 


MTN: A primeira reunião apresentou os membros do grupo, os objetivos da SET e os objetivos dos grupos de rádio. Além da dinâmica matricial de funcionamento e escolha dos temas prioritários para formatar uma agenda de trabalho.


Nesta reunião, reunimos um grupo inicial de profissionais com atuação principal na área de rádio tradicional. Por uma questão de logística, faremos uma segunda reunião de integração com os profissionais com atuação principal na área de áudio online para, na sequência, reunir o grupo por inteiro.


 


SETQual sua avaliação após a primeira reunião? Quais suas expectativas para a atuação do grupo em 2020?


 


MTN: A primeira reunião foi muito positiva. Reunimos um time de profissionais de alta qualidade e formamos um grupo com boa representatividade das diversas regiões do país.


Atingimos um nível de consenso muito bom sobre os temas mais relevantes no momento e entendemos que devem despertar o interesse dos demais profissionais da área de rádio e, de forma mais abrange, da mídia-áudio.


Para 2020, já estão programadas algumas entregas, na forma de webinars e artigos para a Revista da SET, com os resultados dos estudos e análises dos grupos.


Os temas identificados como prioritários para estudos passam pelas revisões do regulamento técnico de FM, a implementação da faixa estendida, o uso coordenado do RDS no Brasil e as novas formas de distribuição de conteúdo de áudio incluindo streaming, 5G e técnicas de digitalização.


Com a sequência do trabalho e a ampliação da agenda com os temas do áudio online, teremos um resultado ainda mais expressivo, tanto em volume quanto em qualidade.


 


SET: Quantas pessoas participaram da primeira reunião e quantos integrantes o grupo possui?


 


MTN: Este primeiro grupo de profissionais, incluindo os coordenadores, somam 14 membros e mais dois estão sendo confirmados. Com a continuação do processo de implantação nas próximas semanas, creio que teremos cerca de 25 membros ou mais.


 


SET: Qual a importância de um Grupo de Trabalho de Rádio direcionado para os setores de tecnologia e regulatório?


 


MTN: Creio que o espaço que a SET abre para o rádio é de extremo valor para o setor. Talvez, atualmente, este seja o único fórum ativo de discussão de tecnologia, inovação e impactos nos modelos de negócios do rádio no Brasil.


O SET Rádio, por exemplo, um bloco especial de painéis específicos de rádio e áudio online dentro do congresso anual SET EXPO, para o qual os Grupos de Rádio colaboram na elaboração da grade de programação, é de alta qualidade e o único evento no país desta natureza com realização regular.


 


Agora, com a atuação mais estruturada dos grupos de rádio, teremos condições de oferecer melhores resultados para os profissionais da área e contribuir para fomentar este segmento da indústria de mídia.

Voltar